top of page

Exploradores em duas rodas

Uma das tendências mais notáveis no cenário atual do YouTube são os canais de moto viajantes, protagonizados por exploradores sobre duas rodas. São pilotos individuais ou casais que dedicam suas vidas à descoberta do mundo através de motocicletas, independentemente da marca, modelo ou cilindrada. Não é incomum que esses canais alcancem milhares de assinantes, e os vídeos frequentemente acumulem impressionantes números de visualizações e comentários. Mas, afinal, por que isso ocorre?


Numa era anterior à Internet


Recentemente, uma publicação sobre Emilio Scotto e seu recorde mundial de "viagem de motocicleta mais longa" se tornou viral no WhatsApp. Naturalmente, nem tudo que circula pelas redes sociais pode ser aceito como verdadeiro, e, seguindo o instinto jornalístico que me guia, verifiquei a informação no Guinness World Records, confirmando a sua veracidade.


Emilio Scotto, originário de Buenos Aires, Argentina, detém o recorde individual de maior viagem de motocicleta, tendo completado 735 mil km na sua Honda Gold Wing de 1980, apelidada de Black Princess. A jornada ocorreu entre 17 de janeiro de 1985 e 2 de abril de 1995, abrangendo 214 países e territórios. Notavelmente, ele nunca retornou ao país de partida, o que qualificou a viagem como única.


livro do emilio scotto

Sua jornada foi documentada em um livro com mais de 300 fotos, intitulado "Longest Ride: My Ten-Year 500,000 Mile Motorcycle Journey", que ainda pode ser adquirido na Amazon através do seguinte link: https://amzn.to/3LfFTvp


Na tela da televisão


Outro aventureiro notável que ganhou fama por suas explorações sobre duas rodas é o ator Ewan McGregor, mundialmente conhecido por seu papel como o Jedi ,Obi-Wan Kenobi, na série de filmes Star Wars. Junto com seu amigo, também ator, Charlie Boorman, embarcou em uma viagem épica de Londres até Nova York, percorrendo toda a Europa e Ásia antes de cruzar a América através do Alasca. Essa viagem foi registrada no documentário "Long Way Round".


capa do documentário Long Way Round

O documentário, filmado em 2004, antecedeu o período em que as câmeras GoPro eram capazes de manter a qualidade de produção de um documentário televisivo, e, consequentemente, boa parte das filmagens foi realizada com equipamentos maiores.


Com um percurso de 32 mil km, atravessando 12 países e 19 fusos horários diferentes, eles completaram a jornada em 115 dias usando três motocicletas: duas para os atores e uma adicional para o cinegrafista italiano.


Impulsionados pelo sucesso de "Long Way Round", a dupla decidiu se reunir novamente três anos depois para uma nova expedição, que chamaram de "Long Way Down". Nessa jornada, desceram o continente africano de moto, partindo do norte da Escócia e terminando no sul da África do Sul, totalizando 24 mil km.


Não satisfeitos em circundar o globo e atravessar a África, os dois se uniram mais uma vez pouco antes da pandemia para a realização do "Long Way Up". Nessa jornada, percorreram o continente americano, do Ushuaia até Los Angeles, utilizando motocicletas elétricas da Harley Davidson, as LiveWire.


No entanto, a expedição evidenciou que essa tecnologia ainda precisa evoluir consideravelmente para se tornar verdadeiramente viável em viagens desse tipo.


Charlie sem o Ewan


Outro explorador que se tornou uma figura reconhecida nas redes sociais por suas aventuras sobre duas rodas é o espanhol Carlos Garcia Portal, apelidado de Charlie Sinewan após uma brincadeira com amigos. Há mais de uma década, ele percorre estradas ao redor do mundo, especialmente as trilhas off-road, os "berenjenales", termo que ele utiliza para descrever as partes mais desafiadoras de suas rotas.


página de youtube do Charlie Sinewan

Charlie não traça planos rigorosos para suas viagens. Na verdade, essa é a essência da sua abordagem: "No Plan". Atualmente, ele está explorando a América do Sul, começando pela Colômbia, após já ter explorado a América Central, América do Norte, África, Europa e algumas regiões da Ásia.


Seu canal no YouTube conta com mais de 1,5 milhão de inscritos e é o principal meio de compartilhar suas aventuras, geralmente lançadas aos domingos.


Itchy Boots


A holandesa Noraly, criadora do canal Itchy Boots no YouTube, é outra aventureira que já percorreu mais de 130 mil quilômetros em motocicleta. Atualmente, está atravessando o continente africano pela sua costa oeste, enquanto escrevo este artigo.


página de youtube da Itchy Boots

Corajosamente, ela deixou seu emprego como geóloga em 2018 e embarcou sozinha na aventura de explorar o mundo sobre duas rodas. Noraly já trocou de veículo cinco vezes durante suas jornadas e foi através de seus vídeos que tomei conhecimento da robustez da Royal Enfield Himalayan, que a levou da Índia até a Holanda, embora não tenha sido um trajeto em linha reta.


No momento, ela pilota uma Honda Rally de 300 cilindradas, totalmente adaptada com tanques de combustível extras para enfrentar as longas distâncias em territórios frequentemente remotos e desprovidos de infraestrutura.


O canal dela no YouTube acumulou mais de 1,7 milhão de inscritos.


Brasileiros exploradores


É claro que os brasileiros também estão deixando sua marca nas estradas do mundo. Um canal que tenho acompanhado documenta a jornada do sul da América do Sul até o Alasca, protagonizada pela dupla Ton e Nay, do canal "Destino Incerto", sobre suas Harley Davidson Pan America.

página de youtube do Destino Incerto

Esse simpático casal não apenas registra as estradas por onde passam, mas também introduz os espectadores às peculiaridades culturais, geológicas e turísticas dos países. Eles também compartilham os percalços que fazem parte de qualquer grande aventura motorizada.


Vale muito mencionar nosso amigo FelipeC, criador do canal Road Garage, que atraiu milhares de inscritos quando começou a compartilhar sua expedição até o ponto mais ao norte do Alasca, montado em sua Softail, a Juanita. Acompanhávamos semanalmente seus motovlogs narrando suas experiências ao subir até o Alasca e depois descer até Key West, na Flórida.

print da página do canal Road Garage

Desde então, ele ampliou ainda mais suas aventuras, acumulando inúmeros quilômetros em viagens e trocando de Harley em várias ocasiões.


O que cativa tantos seguidores?


Uma característica marcante em todos esses canais de exploradores é o apelo da jornada em si. No entanto, não se trata apenas de uma viagem comum. Ao observar atentamente os canais mencionados, bem como inúmeros outros que, infelizmente, não couberam neste texto, fica claro que o que se tem é a sensação de descoberta.


As viagens documentadas são verdadeiras expedições, onde após cada curva algo inesperado pode ocorrer. A sensação transmitida é como se estivéssemos juntos a eles, esquadrinhando o globo, quilômetro a quilômetro.


Isso se deve ao fato de que, essencialmente, o ser humano é um buscador por natureza. Desde o nascimento, buscamos a Verdade, e não nos satisfazemos com fragmentos dela. Constantemente estamos em busca de algo que nos complete, que preencha inesgotável vácuo que está em nosso coração.


Esse anseio pela descoberta e exploração tem preenchido o coração de inúmeros aventureiros, desde os primeiros Homo sapiens que migraram da África em busca de novos horizontes, até os navegadores de todas as eras e, mais recentemente, os exploradores espaciais.


O ser humano não se contém em si mesmo, e é essa busca incessante que nos impulsiona a explorar. Considerando que nem todos têm a oportunidade de embarcar nessas aventuras, por diversas e justas razões, aproveitamos as buscas desses desbravadores que compartilham conosco suas aventuras.

113 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page