top of page

Back to the Road

Graças a Deus, que fez todas as criaturas com um ciclo vital bem definido, a pandemia de COVID19 está dando uma trégua. As pessoas estão mais imunes ao vírus, seja por qual motivo for, tivemos muitas perdas, mas parece que as coisas estão se encaixando, os eventos de motores voltaram e já podemos sair de casa, com os devidos cuidados, para rever os amigos que não vemos desde 2019.


Esse final de semana passado, aconteceu na cidade de São Lourenço (MG) mais uma edição do Bikefest, reunindo centenas de motos nessa pitoresca cidade do Circuito da Águas da Serra da Mantiqueira. Fazia tempo que suas ruas de paralelepípedo não viam tantos motores reunidos em um só final de semana. No sábado pela manhã, não havia como estacionar nem uma bicicleta nas várias quadras próximas do local do evento. Tinha motoqueiro até nas fontes do famoso Parque das Águas, deliciando-se com a inusitada Fonte Sulfurosa, que só quem já foi, sabe o desafio que é beber daquilo.


São Lourenço não é destino recente para os amantes de duas rodas. Na verdade, o encontro de motos e motoclubes naquela cidade já ocorre há anos, mas agora o evento está sendo capitaneado pela grife Bikefest, responsável também pelo famoso encontro de Tiradentes, que ocorre normalmente no último final de semana de junho naquela cidade que foi berço do mártir da Incidência Mineira, bem como, do recém organizado encontro em Urubici, nas redondezas da Serra do Rio do Rastro, em Santa Catarina.


O Portal Gasolina esteve em S. Lourenço no sábado, pico máximo de frequência do evento e pôde conferir a volta às estradas dos motociclistas. O evento teve número máximo de participantes e não gerou aglomeração sob as tendas que protegiam os visitantes do sol forte de primavera. Ponto para a organização.



Porém, os shows de bandas, os caminhões de cerveja, os stands de marcas famosas (estavam lá Harley Davidson, Triumph, Honda, Yamaha, BMW e até a Ducati) não são o evento em si. Na verdade, eles são só a desculpa para pegar quilômetros de estrada em duas rodas e passar o final de semana com amigos. É assim que acontece em Tiradentes, Penedo, Boiçucanga, Sturgis, Daytona... os eventos só servem para marca o local e a data, o resto é por conta de quem roda, e é isso que torna tudo mais incrível.



Se tudo continuar da maneira que está acontecendo, temos tudo para voltar em 2022 com tanque cheio nas estradas (tá bom! O preço dos combustíveis no mundo todo não está colaborando para encher o tanque). Na gringolândia, os principais eventos já aconteceram no final do ano passado e também esse ano. Aliás, lá nem pararam de acontecer.

Então, acredito que já seja hora de preparar a agenda para os próximo eventos e deixar a motoca sempre revisada, porque as coisas estão voltando ao normal, ainda que seja um novo normal.


18 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page