A Harley mais rápida do Brasil

No último dia 31 de julho, a Harley Davidson mais rápida do Brasil queimou borracha no primeiro Gump's Drag Race, um evento que contou com centenas de motos inscritas, representando praticamente todas as regiões da federação e certamente é um divisor de águas entre os eventos de moto no país.



Inédito no Vale do Paraíba, a pista de arrancadas Race Valley, já conhecida por seus eventos de quatro rodas e com motos de menor cilindrada, dessa vez recebeu só os motorzões em V da casa de Milwaukee com, praticamente, todos os anos de produção da marca americana.


Na pista, tinha desde o Flathead, criado pela Harley em 1929, passando pelos Knucklehead, Panhead, Shovelhead, Evolutions, Revolutions, Big-Twins, até os novos Milwaukee Eight que equipam as motos da marca desde 2016. Era possível ver, tanto motores originais, não mexidos, por assim dizer, quanto motos que foram completamente preparadas para a competição.



O evento foi divido em categorias de acordo com o tipo da Harley que entrava na pista para correr o 1/8 de milha em linha reta, como «Força Livre», «Sportster», «Dyna/Softail», «Touring» e as «Antigas». Dessa maneira, todos os pilotos que se inscreveram na prova puderam competir de igual para igual com seus pares.


As drag races de Harley Davidson não são novidades, ainda que no Vale do Paraíba o cenário esteja só iniciando, mas nos bastidores do evento já se começa a delinear um campeonato brasileiro de arrancada de Harleys tendo Tremembé como uma das etapas. Inclusive, já se prevê que no próximo evento, se as condições sanitárias permitirem, a corrida dure dois dias e tenha um intervalo à noite com bandas e outras atividades, além de área de acampamento.


Aliás, vale mencionar que o local, a Race Valley comporta tranquilamente um evento com dimensões maiores e até com uma possível pista de terra para os amantes da dirt track racing.


Estivemos desde cedo no evento através de nosso corresponde Ricardo Camacho (@venha.e.descubra), que também é colunista aqui desse Portal e percebemos vários pontos positivos. Em primeiro lugar, não houve nenhuma intercorrência no lugar. Nada! Nem uma unha encravada com exceção de um desequilíbrio na pista de um dos pilotos, mas sem consequências graves. Entre o público, foi um evento totalmente pacífico, mesmo com a presença de moto-clubes com histórico de desentendimento em anos passados. As diferenças realmente foram pra dentro da pista e ganhou quem foi lá para ver as motos cuspirem fogo. Violência só nos motores.



Algumas pessoas que compareceram ao evento acreditam que a tranquilidade do ambiente se deu à cobrança de entrada, o que ajuda a filtrar possíveis atritos e ainda traz uma certa segurança aos veículos estacionados no recinto. Talvez, a área de alimentação pudesse ter sido mais dinâmica, com a presença de food trucks espalhados e uma maior oferta de opções de acepipes e bebidas, que ficaram muito concentradas numa área pequena. Para o tanto de público que foi, estava suficiente, mas, para um futuro evento, com público maior, pode haver saturação dos serviços.


Contudo, a própria postura do público, que não abusou de sua liberdade de poder estar próximo das equipes e dos pilotos mostra que quem estava ali conhece o ambiente e ama essa realidade das Harleys e seu estilo de vida. A Gump's Drag Race também se destacou pela presença da «galera das antigas», que devia estar com abstinência de eventos de motos por conta dessa pandemia viral que assolou nosso planeta. Foi um evento para «lavar a alma».



Já no anoitecer, enquanto saía a premiação das Harleys mais rápidas em suas categorias, o público ainda pôde curtir um show à parte dos proprietários da pista Race Valley que colocaram seus carros para disparar numa arrancada que fez tremer o recinto.


Assista também nosso programa especial com vídeos exclusivos do evento em nosso canal do YouTube:



Segue a lista dos vencedores da Gump's Drag Race por categoria e seus tempos:


Categoria Força Livre

Jhonny Brutal 7.129


Sportster

Júlio Gump 7.843

Marcelo Simões 7.942

Guilherme Veloso 7.954


Dyna/Softail

Fábio El Camino 7.282

Andreas A. 7.409

Leandro Cabral 7.599


Touring

César Eduardo 7.970

Gian Jorge 7.992

Thiago Gonzaga 8.068


Antigas

Rafael Oregana 8.864

Alecio Zomignani 9.101

Caio Pedras 10.619


54 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo